Página Inicial » Notícias » Mais de 100 pessoas participam de oficinas de robótica no Desafio de Tecnologia

Mais de 100 pessoas participam de oficinas de robótica no Desafio de Tecnologia

03/06/2016

Durante os três dias do 1º Desafio de Tecnologia e Inovação dos Institutos Federais, ocorrido em Porto Velho (RO) entre os dias 30 de maio e 1º de junho, e realizado pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), em parceria com a Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec), do Ministério da Educação, mais de 100 alunos, professores e público em geral puderam conhecer um pouco sobre robótica através de oficinas oferecidas em paralelo às competições na arena.

Princípios de robótica e automação foram repassados para os participantes, que tiveram a oportunidade de conhecer a plataforma de prototipagem eletrônica Arduíno, uma das mais utilizadas pelos participantes das competições do evento. “Os alunos aprenderam, ainda, qual é a diferença entre digital e analógico, aprenderam também quais são as portas principais de alimentação que existem no Arduíno e um código básico para ligar uma lâmpada LED”, explicou o oficineiro Belucci Leitão Bernardino, estudante 3º ano do curso técnico de Eletrotécnica do Campus Porto Velho Calama.

Através dos alunos, o professor de Matemática, Ericson Silva de Oliveira tomou conhecimento sobre as oficinas aplicadas durante o Desafio e resolveu saber como funcionava para incentivar mais estudantes a participar do grupo de robótica já existente na instituição em que leciona.  “Muitas vezes os alunos não encontram entusiasmo ou até mesmo uma justificativa para o que eles estão fazendo em sala de aula e aqui vejo que a robótica pode ser um auxílio para a gente em sala de aula”, destacou.

A adolescente Ana Clara Santos Araújo, de 13 anos, veio conferir as competições de robôs e acabou descobrindo as oficinas de robótica. A jovem tinha certa experiência na parte de montagem de robôs, e se surpreendeu com as informações repassadas sobre programação, área que desconhecia. “Eu estava meio enferrujada, mas adorei, quando tiver outra oportunidade quero participar. Penso em estudar no Ifro também”, revelou.

« « IV Encontro das Coordenações de Bibliotecas acontece no Campus Ariquemes   Competidores estreantes do Desafio de Tecnologia relatam suas experiências » »